Mattiazzi

Em entrevista concedida a este repórter no Cidade Alerta do último sábado, o ex-vice-prefeito de Santo Cristo Vanderlei Mattiazzi, ao ser perguntado sobre as especulações em torno da indicação do nome do dr. Adair Philippsen para concorrer a prefeito em 2012, assim se manifestou: “Veja bem, Donato, nós, junto com o dr. Adair, a gente já sentou várias vezes, até porque o candidato natural do PMDB para concorrer às eleições municipais se chama Vanderlei Mattiazzi. Então, o meu nome vai estar à disposição do partido. Se tiver que ser candidato a prefeito, a vice-prefeito ou a vereador, nós vamos botar a cara, vamos mostrar novamente que nós tivemos postura, que nós tivemos ética na política. Então, sem dúvida nenhuma, dentro do meu partido, se o partido assim quiser, eu vou ser candidato, vou ser soldado do partido”.

Adair

Inquirido por este colunista sobre as declarações do ex-vice-prefeito, o dr. Adair disse que está abrindo mão da indicação para concorrer ao cargo e que vai apoiar o nome de Vanderlei Mattiazzi como candidato a prefeito pelo PMDB, em 2012.

Salto

O fato já foi amplamente noticiado. Mas tem muitos detalhes que a maioria desconhece. O dr. Adair Philippsen está coletando dados, depoimentos, documentos, fotos e outras informações para escrever mais um livro. A obra sobre a tragédia que vitimou 29 pessoas em acidente ocorrido em Descanso, SC, dia 5 de março, será editada em breve.

Bin Laden

O mundo civilizado, os amantes da liberdade e da democracia, as pessoas de bem e as que respeitam as leis respiram mais aliviadas desde segunda-feira. Depois de nove anos e oito meses de caçada implacável, o terrorista Osama Bin Laden foi alcançado pelo braço armado dos EUA e morto, no Paquistão. Os métodos usados são discutíveis. Os interesses dos EUA também. Mas, para as pessoas de bem, certamente é melhor ver Osama morto do que aterrorizando meio mundo.

Terrorismo

Osama está morto. Mas o terrorismo, não. O mundo civilizado deve ficar em alerta máximo. Terroristas seguidores de Bin Laden vão continuar atacando e fazendo vítimas civis em qualquer continente.

Inédito

Creio que nunca, em toda história da Libertadores da América, aconteceu algo parecido. Numa mesma noite, quatro clubes brasileiros, Inter, Grêmio, Fluminense e Cruzeiro, foram eliminados da competição. Inter e Cruzeiro derrotados em seus próprios redutos. O caso do Cruzeiro é quase inacreditável. Foi o melhor colocado da fase anterior e jogou contra o pior – Once Caldas – de quem havia ganhado em plena Colômbia. Perdeu por 2×0, em Minas.

Inter

Quando escrevi que o Inter teria enormes dificuldades em passar pelo Penharol, corneteiros de plantão falaram que estava exagerando. Não deu outra. Um empate sem gol ou vitória simples dava a classificação ao colorado. Perdeu em pleno Beira-Rio, por 2×1, depois de estar ganhando! Nunca me iludi com a equipe, que pratica futebol limitado, burocrático, de toques sem objetividade.

Grêmio

Com plantel reduzido devido a várias lesões e com time tecnicamente inferior, o tricolor foi valente. Jogou mal e perdeu em casa para a UC, do Chile, mas lutou bravamente até o fim, em Santiago, mesmo em condições totalmente adversas.